8 de junho de 2016

Pelo 14º ano consecutivo, ACSP divulga seu Relatório Social Anual, referente a 2015. Acesse, leia e dê sua opinião

Em um ano especialmente desafiador para o setor empresarial que representa, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), como acontece anualmente, divulga hoje seu Relatório Social referente ao ano de 2015.

Atuante há 121 anos, a entidade procurou apoiar em várias frentes o trabalho e os negócios de seus associados e dos empreendedores em geral em meio a uma das piores crises econômicas vividas pelo Brasil.

Com a 14º edição do Relatório Social Anual, a ACSP faz um registro de todas essas iniciativas e reafirma o compromisso da entidade com o desenvolvimento sustentável.

O formato dessa prestação de contas segue pelo oitavo ano consecutivo as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), organização responsável pelo padrão de relato de sustentabilidade mais adotado por organizações em todo o mundo.

Seguindo a metodologia da GRI, as informações estão organizadas em torno dos temas apontados como críticos por nossos públicos de relacionamento.

Sob a visão dos temas materiais, esse relatório procura detalhar o desempenho da ACSP em 2015 e as principais práticas adotadas pela gestão.

Em mensagem publicada junto ao relatório, o presidente da ACSP Alencar Burti ressalta o importante papel assumido pela entidade. "A experiência me ensinou que, para alcançar todo seu potencial, a energia empreendedora depende de um ambiente favorável para os negócios.

Esse é o papel assumido pela ACSP por meio do associativismo – promover essas condições favoráveis e ser um facilitador para o empresário. São causas que exigem austeridade e disciplina na gestão e nas finanças", explica Burti. "A nossa administração procurou dar continuidade estratégica às ações que vêm reinventado a associação nos últimos anos, em um processo permanente de adaptação às mudanças tecnológicas e econômicas vividas pela sociedade."

No texto, Burti enfatiza que facilitar e estimular a criação de novas empresas é sinônimo de desenvolvimento sustentado da economia. "A ACSP trabalha arduamente para que os agentes sociais entendam o papel do empreendedor e saibam valorizá-lo como agente criador de riquezas e de empregos. Somente uma classe empreendedora dinâmica e criativa tem capacidade de promover a modernização da economia, propiciando o incremento constante da produtividade, condição necessária para o aumento do bem estar da população."

A ACSP agradece o envio de comentários, críticas, dúvidas e sugestões relacionados ao Relatório Social. Escreva para responsabilidadesocial@acsp.com.br ou ligue para (11) 3180-3737.

Clique aqui ou na imagem abaixo para ler o material.