16 de maio de 2017

​Após dois anos de queda, comércio no Dia das Mães cresce 1,3%, segundo Balanço de Vendas da ACSP

Depois de caírem dois anos consecutivos, as vendas de Dia das Mães do varejo paulistano tiveram alta média de 1,3% nesta primeira quinzena de maio frente ao mesmo período de 2016, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

As comercializações à vista foram melhor: o movimento subiu 4,7%, impulsionado por artigos de menor valor como roupas, calçados, acessórios e perfumaria. Já as vendas a prazo caíram 2,2%. “O crescimento desses bens semiduráveis está alinhado com o que nossa pesquisa indicou: que nesse Dia das Mães não haveria espaço para móveis e eletrodomésticos, em decorrência do estreitamento orçamentário das famílias e também dos juros altos”, analisa Alencar Burti, presidente da ACSP e da Facesp.

“O resultado é muito bem-vindo e deve ser comemorado, visto que é uma das datas mais importantes para os lojistas”. Burti salienta que o resultado reflete fortemente o evento comemorativo e, por isso, não poder ser projetado para o resto do mês.

No Dia das Mães de 2016, o Balanço de Vendas/ACSP registrou diminuição média de 17,2% sobre igual período de 2015. Já em 2015, o recuo foi de 2,6% em relação ao ano anterior. A última elevação havia sido em 2014 (2,4%).

VARIAÇÃO MENSAL: SAZONAL

Nos primeiros quinze dias de maio de 2017, as vendas do comércio da capital paulista tiveram um salto de cerca de 20,1% em relação à primeira quinzena de abril, resultante do efeito sazonal – o Dia das Mães. No sistema à vista, o aumento foi de 40,1%, beneficiado pelos produtos de menor valor. O sistema a prazo teve leve alta de 0,1%.

“Insistimos em que o Banco Central promova cortes mais agressivos na Selic, para que a baixa dos juros seja repassada o quanto antes para o consumidor. Só assim ele ficará mais confiante e estimulado a adquirir produtos de maior valor”, diz Burti.

O Balanço de Vendas da ACSP é elaborado pelo Instituto de Economia da entidade com base em amostra da Boa Vista Serviços.