27 de junho de 2017

5 dicas para comprar bem, aprenda a negociar com fornecedores

O bom planejamento dos caminhos empresariais garante um funcionamento correto, maior preparo para lidar com as adversidades de mercado, melhores oportunidades aos clientes e, consequentemente, melhores lucros para a empresa.

Ao planejar corretamente as ações, sua empresa fica preparada para lidar e buscar melhores preços de mercado, vantagens e mais rapidez de entrega, por exemplo. Nos e-commerces, tempo de entrega e valor são fatores que têm forte impacto na decisão de compras do consumidor, por isso conhecer as práticas e as oportunidades de reduzir o preço de negociação e oferecer vantagens ao consumidor faze toda a diferença na hora de fidelizar os consumidores.

A negociação faz parte de um processo integral das empresas. Ou seja, desde a aquisição da matéria-prima ou do produto que será revendido, até o meio de entrega e o preço final que o consumidor paga é determinado pela negociação.

Antes de iniciar a conversa com seus fornecedores ou fechar a compra é fundamental conhecer suas necessidades, levantar o tamanho do estoque, entender o fluxo de saída dos produtos e acompanhar períodos sazonais onde as compras podem aumentar ou diminuir. Esses fatores interferem na quantidade do pedido, no período que você realiza cada compra, além de impactar no preço que irá pagar.

1- Se antecipe

Deixar para a última hora é sempre uma atitude ariscada, pois além de depender da disponibilidade do fornecedor, sua empresa fica refém dos prazos e preços sem ter muitas alternativas ou chances de negociar. Boas negociações realizadas com antecipação tendem a gerar custos menores, além de darem margem para você e o fornecedor se organizarem com mais precisão.

Também é bem mais seguro e garantido que sua compra será efetuada, já que entrar e contato e prazos muito apertados ou curtos não garante que o fornecedor terá disponibilidade de entrega na quantidade certa.

2- Se organize

O processo de antecipação depende de organização. Não adianta entrar em contato com os fornecedores com bastante antecedência se você não possuir as informações necessárias para realizar uma boa compra. Não basta saber quais produtos você precisa ou até quando o seu estoque dura sem abastecimento, é necessário levantar dados e cruzá-los. Pode até ser mais trabalhoso realizar um acompanhamento e estabelecer previsões antes das compras, mas certamente isso reduz a perda de mercadoria e evita que sobre ou falte produtos e estoque.

Por exemplo, ao identificar um aumento de compras sazonal nos próximos meses, já é possível iniciar uma negociação com o fornecedor repassando a estimativa do aumento, melhorando o preço e garantindo a entrega antecipada. Assim, além de garantir os produtos e estoque quando o aumento da procura ocorrer, sua empresa certamente terá repasses menores ao consumidor devido aos preços de aquisição reduzidos.

- Datas comemorativas;
- Troca de estações;
- Troca de coleção;
- Quais produtos saem mais;
- Quais produtos saem pouco;
- Tendências do mercado.

3 - Tenha o seu fornecedor

Assim como os clientes buscam experiências boas de compra e se fidelizam às empresas, as empresas também devem ter boas relações com os fornecedores. Através de compras fidelizadas, as lojas conseguem melhores garantias quanto ao recebimento, preços e prazos, pois a tendência é que o vendedor priorize as lojas parceiras ou que realizam com frequência os pedidos.

4- Defina metas e compreenda os impactos

Determine os valores e prazos que sua empresa pode aceitar sem ser prejudicada, isso auxilia na negociação e dá parâmetros e emergências, como a falta de mercadorias. Ao determinar os valores máximos, a negociação pode fluir entre esse teto, já que ambas as partes estão cientes dos limites do pedido. Também é importante saber quais vantagens valem mais a pena para o seu negócio. Por exemplo, saiba se vale mais a pena obter uma porcentagem de desconto ou prazo de entrega menor.

Apesar de o desconto parecer sempre uma opção mais vantajosa, prazos menores podem significar entregas mais rápidas aos consumidores e maior número de vendas.

5- Pesquise e negocie

Conheça as empresas concorrentes ao fornecedor e saiba argumentar durante a negociação. Mas também tenha cuidado para não impor parâmetros de outras empresas, tenha em mente que assim como você, o fornecedor também trabalha preços negociáveis com seus clientes, mas possui limites de redução.

Conhecer o fluxo do mercado, obter informações do fornecedor e conhecer as indicações dele, bem como sua responsabilidade e reputação com outras empresas, é fundamental para levar uma boa conversa e obter bons resultados.

 

 

Passo a passo para uma negociação de sucesso

Alguns fatores auxiliam na boa conversa com fornecedores e se situam como boas práticas de negociação.Mais do que saber o preço que sua empresa pode pagar, ter bons conhecimentos de mercado e ser flexível pode resultar em ótimas vantagens à sua empresa.

Antes de iniciar a conversa com o fornecedor

- Identifique pontos fortes e fracos do fornecedor e tenha informações relevantes para conduzir a conversa;
- Seja realista e justo com o fornecedor e com a sua empresa;
- Conheça o mercado e a situação do fluxo de compras;
- Tenha alternativas caso a negociação não seja satisfatória;
- Saiba obter vantagens, caso o fornecedor não possa ajustar o preço para o que você esperava, converse sobre prazos ou serviços extras, por exemplo.

Durante a negociação

- Seja receptivo e apresente suas metas de forma objetiva;
- Compreenda que ambas as empresas estão em um processo de negociação e busca do melhor resultado;
- Argumente com fatores de relevância;
- Conduza a conversa para um fechamento positivo;
- Mantenha o bom relacionamento e seja flexível;

Depois de negociar

- Acompanhe e avalie o custo benefício de diferentes tipos de negociação, como prazos menores ou preços mais reduzidos;
- Avalie as mudanças de vendas e o comportamento de consumidores e também dos fornecedores;
- Mantenha boas trocas empresariais, assim seus fornecedores se tornam aliados da sua empresa e auxiliam você em emergências.

Quer saber mais dicas para conduzir bem os seus negócios e transformar a sua empresa em referência de mercado? Conheça o myrp!